Lucas Kina

Como ter controle do seu dinheiro

Como TER CONTROLE DO SEU DINHEIRO

A partir do momento que ingressamos no mercado de trabalho, seja qual for a área, nosso principal obstáculo se torna economizar. O ato de poupar e administrar nossos ganhos, sejam eles diários, semanais ou mensais, é uma das coisas mais importantes quando o assunto é fazer o dinheiro render mais para conquistarmos os nossos sonhos. 

Mesmo sendo tão importante, a educação financeira não é tão disseminada quanto deveria, fazendo ela parecer um bicho de sete cabeças. Na verdade, ela é o completo oposto: é fácil, basta ter em mente alguns conceitos.

Quais, portanto, são os princípios básicos para ter o verdadeiro controle do seu dinheiro e lidar melhor com suas finanças pessoais? Existe alguma fórmula mágica para isso? Não se preocupe que nós da Mottu te ajudamos com isso!

Noções básicas

A organização financeira trabalha com quatro pilares fundamentais: orçamento, crédito, poupança e investimento. Todos eles giram em torno de uma regra: não gastar mais do que ganha. Ela é essencial para manter um sistema financeiro pessoal equilibrado e com perspectivas de crescimento.

Com isso em mente, entenda melhor os quatro pontos mencionados acima e as melhores práticas para alcançar os seus objetivos:

1. Orçamento

Nesta etapa, é necessário planejar as despesas do seu mês para que o dinheiro seja destinado conforme os gastos.

Por isso, é importante pensar e listar em todos os gastos fixos como aluguel e conta de celular e também estimar os gastos variáveis como conta de água e energia. Para que, caso surjam imprevistos, você tenha o dinheiro e não fique no vermelho com o gasto adicional.

2. Crédito

É preciso entender que o cartão de crédito nada mais é que um dinheiro que o banco te empresta e que você deverá devolver no momento de pagar a fatura. Sendo assim, você precisa utilizá-lo com sabedoria.

O crédito pode ajudar no equilíbrio de contas, mas é importante sempre lembrar dos possíveis juros e taxas que vem junto com ele e ficar atento a negociações com o seu banco. Uma alternativa que está crescendo são os bancos digitais, que normalmente não cobram taxas administrativas, vale dar uma pesquisada e escolher o melhor custo-benefício para você.

3. Poupança

Ter um dinheiro guardado sempre é importante para que você tenha uma maior autonomia e liberdade com as suas finanças a longo prazo. 

Caso você tenha alguma emergência que não pode ser resolvida com o dinheiro que você movimenta mensalmente (o seu salário), uma quantia guardada pode ajudar a manter as coisas nos eixos para que você não faça dívidas.

Além disso, poupar vai muito além de pensar somente em emergências.  Ter um dinheiro guardado te ajuda a alcançar os seus objetivos, como conseguir comprar um imóvel para ter a sua casa própria, fazer uma viagem e até mesmo garantir a aposentadoria, já que todo mundo merece um descanso e quer viver bem nessa fase!

4. Investimentos

Agora que todos os três passos anteriores foram entendidos, é preciso olhar mais ativamente para o dinheiro e em como você pode investi-lo, para que o dinheiro suado que ganha com as entregas trabalhe para você. Afinal: se tem uma coisa que motoca entende bem é como ralar e fazer render.

Caso queira entender mais sobre sobre o tema, acesse nosso artigo sobre investimento.

Foco no progresso

Pode parecer que não é tão simples, mas com certeza não é impossível, quanto mais para os motoboys espertos aqui de São Paulo. Aqui na Mottu entendemos a correria e é por isso que queremos deixar tudo bem explicado por aqui, visando o seu crescimento pessoal, profissional e, principalmente, financeiro.

É a hora de pôr em prática! Comece devagar que você chega lá. E não se esqueça: estamos aqui caso precise de qualquer ajuda.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Como fazer seu dinheiro render mais

Como fazer seu dinheiro render mais

Já falamos sobre a importância de poupar e pensar em investimentos para aumentar as opções do motoboy ganhar dinheiro. Sendo assim, é importante entender como aplicar o seu dinheiro para fazer ele render

O primeiro passo é entender o seu perfil, definindo objetivos, rentabilidade desejada e riscos que está disposto a correr – quanto maior eles forem, maior também pode ser o retorno financeiro do investimento.

De modo geral, os principais conceitos no universo das aplicações financeiras são (iremos detalhar cada um mais para frente):

  • Taxa Selic (Taxa Básica de Juros)
  • Tesouro Direto
  • Fundos DI (Fundos de Renda Fixa Referenciados)
  • CDB (Certificados de Depósitos Bancários)
  • LCI (Letras de Crédito Imobiliário)
  • LCA (Letras de Crédito do Agronegócio)

Para começar a entender seu perfil, você deve definir o tempo de investimento você pretende manter: curto, médio ou longo prazo. Entenda quais tipos de aplicação se enquadram em cada um deles e seus prós e contras básicos.

1. Curto prazo

CDB

Os Certificados de Depósitos Bancários (CDB) são a porta de entrada para muitos investidores, principalmente por ser ofertado pelos mais diversos bancos. Ele consiste no empréstimo de dinheiro ao banco, resultando num ganho para o investidor em forma da taxa de rentabilidade.

  • O investimento mínimo varia de acordo com o título escolhido, podendo ser de R$ 1,00 ou R$ 1 mil.
  • É relativamente seguro, porém tem uma das menores rentabilidades.
  • Ele é considerado de curto prazo, pois o prazo para resgate do dinheiro, caso precise, é um dos menores, e tem até opções sem prazo de carência.

2. Médio prazo

LCI/LCA

O dinheiro aplicado será emprestado pelos bancos para projetos de construção ou modernização no campo, por exemplo. Possui proteção do FGC e o resgate, em geral, possui prazo de carência de três meses a dois anos.

  • Em média, os títulos deste tipo exigem um investimento mínimo de R$ 5 mil.
  • É indicado para investimentos a médio e longo prazo em razão de seu prazo de carência (um certo período mínimo em que o dinheiro investido precisa ficar no banco), sendo ruins em objetivos a curto prazo.
  • O investimento é isento do Imposto de Renda (IR), ou seja não tem parte dos ganhos retidos pelo governo, aumentando a possibilidade de lucro líquido para o investidor.
  • O ideal é procurar LCIs e LCAs em bancos pequenos, já que os juros são melhores e trazem mais rentabilidade ao investidor. É importante ressaltar que quando os juros são maiores, o risco do investimento também é.

3. Longo prazo

Tesouro Direto

Esta opção oferece títulos emitidos pelo Governo Federal para financiar sua própria dívida, funcionando, em tese, como um empréstimo ao país. 

  • Com aplicações baixas, de R$ 40, por exemplo, já rendem algo para o investidor.
  • Os vencimentos dos títulos oferecidos, em sua maioria, são longos, podendo passar de dois anos.
  • É um investimento tido como seguro, já que o Governo Federal é o garantidor.
  • Cuidado: o resgate antes do prazo determinado provoca a perda de parte dos juros combinados.

Mercado de ações

Corresponde à compra de uma pequena “fatia” de empresas de capital aberto, tais como Itaú, Ambev, Vale e diversas outras companhias.

  • Se bem investido, pode render mais em comparação aos outros investimentos, mas tem maior risco.
  • Investimento que pede entendimento mínimo da economia do país e visão de futuro, já que varia de acordo com ele.

4. Reserva de emergência

Poupança

A mais conhecida quando se fala em guardar dinheiro, a Caderneta de Poupança, não possui prazo de resgate, cobrança de taxa ou exige aplicação mínima. Mesmo assim, especialistas não a indicam em caso de investimento.

  • Opção não muito viável para investimentos a longo prazo, já que possui um rendimento baixo em comparação a modalidades como o Tesouro Direto, além de não garantir proteção contra a inflação, correndo o risco do investidor perder dinheiro em caso de baixa na inflação;
  • É um dos modos mais práticos conhecidos. Pode ser feito pela internet, caixa eletrônico e sem cobrança no Imposto de Renda;
  • Se o dinheiro ficar na poupança por menos de 30 dias, o rendimento não é computado.

E agora?

As formas de fazer o dinheiro render são muitas, como é possível observar. Porém, o mais importante é realizar este tipo de ação com consciência e pesquisar ainda mais sobre o assunto, pois quando se trata de investir nosso dinheiro, quanto mais você estuda, mais você tende a aumentar sua rentabilidade.

Outros meios de informação confiáveis e relevantes no universo das finanças estão no Youtube. É o caso do Primo Rico e do canal Me Poupe!, ambos especializados neste assunto e que ajudam as pessoas diariamente a entender mais sobre como aplicar o dinheiro, onde e as formas mais seguras de fazê-lo.

Pronto para fazer o seu dinheiro render?

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Estresse: como superá-lo no dia-a-dia

Estresse: como superá-lo no dia-a-dia

A rotina de um motoboy pode ser – e normalmente é – estressante. Jornadas duplas, trabalho aos finais de semana, trânsito caótico e prestação de serviço para empresas e aplicativos são apenas alguns dos desafios diários destes empreendedores. Por isso, nos momentos de pausa, é importante aproveitar ao máximo o tempo de descanso. Mas como fazer para “desligar” um pouco?

Em primeiro lugar, o principal é entender o que é, de fato, o estresse. Como só conhecemos o lado negativo desse sentimento, vale ressaltar que ele é essencial para situações importantes, que precisam de uma reação mais rápida. É o caso de momentos que exigem muito foco e atenção, como uma entrevista de emprego, fazer entregas ou até pilotar no trânsito caótico de São Paulo.

Por outro lado, no que diz respeito à sua influência negativa no corpo, o estresse é um estímulo físico que causa uma série de desconfortos físicos e emocionais. Isso vai das dores mais comuns em regiões como cabeça, costas e estômago, até o cansaço mental, trauma psicológico, tristeza e sono desregulado. Por esses e tantos outros motivos, é importante controlar o estresse para que apareça apenas nos momentos necessários.

Cada um tem sua preferência quanto a forma de descansar a mente e o corpo quando está em casa, então a lista de técnicas é extensa. Nós da Mottu queremos ajudar nosso principal parceiro – o motoboy – a encontrar o melhor caminho para equilibrar sua vida profissional e pessoal, aproveitando o melhor dos dois lados sempre com saúde e bem-estar, por isso selecionamos algumas dicas:

Dormir bem

Parece óbvio, mas uma boa rotina de sono é de extrema importância para uma vida mais saudável: física e mentalmente. Dormir mal muitas noites seguidas provoca, além de malefícios ao corpo, um estresse desnecessário no seu dia a dia, já que repousou menos horas do que precisava.

Portanto, o necessário para o corpo descansar minimamente bem é de sete horas em média, segundo Geraldo Lorenzi Filho, diretor do Laboratório do Sono do Incor, em entrevista ao UOL. Porém, esse tempo pode variar em cada pessoa, sendo importante conhecer seu próprio corpo e suas necessidades para definir o seu tempo ideal.

Atividades físicas

A prática de esportes, seja qual for, é de extrema importância para a saúde e bem-estar de qualquer um. Desde caminhadas e alongamentos até jogar futebol, a liberação de endorfina (hormônio do bem-estar) na realização de atividades físicas faz com que a vida se torne mais alegre.

Assim, se estressar no trabalho deixa de ser um grande problema, tendo em vista todo o “descarrego” emocional que esportes promovem. Para estas situações, uma dica extra é a de realizar tais atividades após o expediente de trabalho, buscando o desestresse citado e uma melhor qualidade no sono.

Exercitar a mente

A prática de jogos e exercícios mentais, como meditação e palavras cruzadas, são aliados poderosos no caminho para uma mente menos estressada. Meia hora de concentração, silêncio e pensamentos positivos pode ser essencial aos que precisam se blindar de uma rotina caótica e cheia de estresse. Aos que desejam uma ajuda profissional, existe uma série de aplicativos gratuitos voltados à meditação guiada, como o Headspace ou Meditopia.

Além disso, jogos da infância como Sete Erros, Jogo da Memória e até charadas podem servir para exercitar a mente e, de quebra, promover maior bem-estar.

Distrações positivas

Ações como ouvir música, tocar um instrumento, dançar e até mesmo desenhar podem ser vistas como simples, mas contribuem muito para uma mente mais limpa e calma. Viajar, ler um livro, assistir filmes, jogar vídeo-game (moderadamente) e até se reunir com amigos são outras formas de descansar o consciente.

Seja qual for o método mais aplicável, é importante que todos os profissionais – principalmente os motoboys – entendam que, de vez em quando, é preciso relaxar um pouco para viver e trabalhar melhor. 

Nossa prioridade na Mottu, além de ajudá-los a ganhar mais dinheiro, é que isso seja feito da forma mais saudável possível. Ponha essas dicas em prática e viva melhor!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Como ganhar mais com suas entregas

Como ganhar mais com suas entregas

A ambição, seja qual for a profissão, é sempre a de ser mais valorizado, inclusive financeiramente. 

Advogado, médico, jornalista, engenheiro, professor: qual a principal diferença entre estas funções e a do motoboy? De certa forma, todos são empreendedores e querem ganhar mais dinheiro, mas, talvez, a grande diferença seja a forma com a qual são auxiliados para isso. É pensando nisso que nós da Mottu te mostramos algumas boas práticas para o entregador ser mais valorizado e faturar ainda mais com sua profissão.

Sabemos que não existe uma fórmula para ganhar mais dinheiro de uma hora para outra. Porém, é possível otimizar o tempo de trabalho e, com algumas ações tomadas, melhorar o rendimento financeiro com as entregas. Algumas importantes dicas são:

Entender o setor e seus parceiros

Saber das condições oferecidas pelos aplicativos de delivery e outras empresas do segmento é essencial, já que existem diferenças no modo de trabalhar de uma para outra.

Uma delas, por exemplo, é a porcentagem que a empresa ganha com sua entrega, que pode variar e impactar os seus ganhos. Por conta disso, é muito importante prestar atenção.

Outro aspecto que precisa ser considerado é o aceite de pedidos: quanto mais pedidos o entregador recusa, pior é a sua avaliação no app e os ganhos nos pedidos. Aqui cabe uma dica de ouro: o Bora Bora Delivery. Nele, você tem total autonomia e liberdade para escolher as entregas que fará, sem punições.

No começo da carreira ou não, é fato que se aliar aos principais aplicativos de delivery é uma parte importante para ganhar cada vez mais dinheiro. Por isso, a atuação com essas empresas serve de “atalho” para consolidação no mercado, além de faturar com solidez. Ou seja, ter contato com apps grandes faz com que a entrada neste nicho seja mais fácil e mais segura em termos de ganhos para o motoboy.

Explorar áreas

Quando se pensa em delivery, o que vem à cabeça de primeira é o de alimentos, especificamente no setor de lanchonetes e bebidas. Mesmo sendo o que tem maior demanda para os motoboys, é importante ter em mente que é necessário ampliar o leque de segmentos para que não fique refém caso os ganhos mudem. 

Por isso, procurar aplicativos que atuem em entregas de mercado e documentos é uma das formas de ser ativo em mais de um nicho em delivery e ganhar mais.

Registro MEI

Ainda não muito popular entre os motoboys, o registro de Microempreendedor Individual (MEI) pode parecer um bicho de sete cabeças, mas não passa de uma forma de profissionalizar e garantir alguns benefícios que trabalhadores informais não possuem, como aposentadoria e auxílio-saúde. Ele pode ser feito no Portal do Empreendedor.

Veja o passo a passo para criar o cadastro MEI.

Saúde e Segurança

Cuidar da própria saúde é tão ou mais importante do que a manutenção realizada na moto, já que evita gastos e garante seu bem-estar para trabalhar. Por isso, ter um acompanhamento médico e realizar check-ups regularmente são práticas que contribuem para uma melhor saúde do motoca.

Além disso,  comprar equipamentos de segurança para ambos – motorista e moto – é de extrema importância e evita que possíveis acidentes aconteçam com o motoca. Ao evitar acidentes, você garante que consegue trabalhar e, por consequência, ganhar mais.

Mottu e você

Existem diversas maneiras de ganhar dinheiro como motoboy, mas com ajuda fica muito mais fácil. É por isso que a Mottu existe: para dar todo o tipo de auxílio ao seu principal parceiro, inclusive mostrando oportunidades de ganhar mais.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

A moto mais econômica do mercado

A moto mais econômica do mercado

Que a Mottu trabalha com a moto mais econômica do mercado, a Honda POP 110i (ideal para o setor de entregas), você já sabe, mas as vantagens vão muito além disso. Quais são os outros benefícios para o motoboy? 

Para te ajudar a entender melhor tudo o que ela oferece, nós listamos algumas  informações a respeito da motocicleta mais querida do Brasil.

Facilidades

Além de ser conhecida pela ótima durabilidade, a POP possui tanque de combustível com capacidade de 4,2 litros e para melhorar, o seu funcionamento é por injeção eletrônica. O resultado? Ela anda mais com menos combustível.

Motor

Com motor 110 cilindradas e injeção PGM-FI, a moto consegue consumir pouco combustível e, ao mesmo tempo, ser forte em diferentes terrenos

Conta uma bomba elétrica, fazendo com que o sistema trabalhe “pressurizado”. Sendo assim, a bomba só atua enquanto a motocicleta está em funcionamento, dispensando o uso de um registro.

Em motocicletas desse tipo, é necessário ter a atenção redobrada quando o combustível se aproximar ao nível da reserva para evitar problemas mecânicos. Por isso, sempre que o combustível estiver próximo ao fim, é indicado que se abasteça para garantir o funcionamento normal do sistema.

Segurança

Pelo design esguio, compacto e de pouco peso, a Honda POP permite que a direção do dia a dia seja mais leve e tranquila, assim como a ultrapassagem em corredores (que a permitem) seja feita com maior facilidade e agilidade.

Vale ressaltar que a moto atua com o sistema de freios CBS, que distribui a frenagem nas duas rodas, além de facilitar a atuação em diferentes pavimentos.

É sempre bom lembrar que a Mottu oferece manutenção preventiva, assistência 24h e resgate para as motos alugadas. O objetivo com isso é facilitar o trabalho do motoca e assegurar que nenhum empecilho atrapalhe o dia-a-dia.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Dicas de boas práticas no trânsito

Dicas de boas práticas no trânsito

Quem não gosta de sair de casa e ter a tranquilidade de chegar ao seu destino em segurança? É pensando nisso que boas práticas no trânsito se tornam cada vez mais importantes, principalmente para os motoboys e a Mottu. 

Na correria do dia a dia, nem sempre conseguimos parar e relembrar das dicas para um dia mais tranquilo na rua, mas estamos aqui para te ajudar com todas as dúvidas e a se preparar para o corre.

Veja o que é possível fazer para tornar o trânsito mais seguro para você e outros cidadãos:

1. Inspecionar o veículo

Uma das principais medidas preventivas é a inspeção regular do seu veículo. Dessa forma, perrengues e acidentes mecânicos podem ser evitados.

Vale ressaltar que a Mottu disponibiliza esse tipo de assistência ao entregador em todos os planos, além do resgate da moto, que está disponível 24 horas por dia, todos os dias.

2. Usar equipamento de segurança

Esta é outra ação preventiva que os motoboys devem, sem exceção, adotar em todas as corridas. Os apetrechos mais indicados são capacete, luvas, botas e jaqueta e eles evitam que você se machuque em caso de acidente.

Há também o colete refletivo, que facilita o motorista ser visto à noite e pode ser uma mão na roda.

3. Utilizar faróis ligados

Ao manter os faróis acesos, inclusive durante o dia, o profissional é visto mais facilmente por outros motoristas ao redor e evita acidentes em ultrapassagens no corredor e mudança de faixa. A dica vale, principalmente, para dias de chuvas e vias com muitos buracos, onde a atenção deve ser redobrada e a velocidade reduzida.

4. Respeitar a Sinalização

O respeito às sinalizações é fator essencial para que todas as outras dicas sejam eficazes. Por isso, seguir as indicações de velocidade, ultrapassagem, pare e vagas preferenciais é o mínimo para manter o trânsito seguro e pôr em prática a sua cidadania.

Dicas gerais

Dentre as principais situações citadas acima, temos ainda alguns fatores gerais e que servem igualmente para manter os motocas e outros integrantes do trânsito em segurança. São elas:

  • Manter distância de outros veículos
  • Não usar celular enquanto dirige
  • Prestar atenção e respeitar pedestres e ciclistas enquanto pilota
  • Dirigir sem ultrapassagens arriscadas
  • Adotar direção defensiva como explicamos em nosso canal no Youtube na série de vídeos do mini curso da Honda

Motoboy acima de tudo

Vale lembrar que a principal engrenagem do mercado de entregas é o motoca e, por isso, reforçamos nosso compromisso com sua segurança. Além de ajudá-lo a gerar mais renda e com mais facilidade, queremos que isso aconteça com todos os direitos disponíveis, incluindo as principais informações para ter boas práticas no trânsito em São Paulo.

Outro ponto importante é valorizar a família de entregadores. É essencial ficar sempre atento para que, caso o outro precise, você estenda a mão e ofereça ajuda.

Toda segurança é pouca para que possam desempenhar suas funções em alto nível e segurança.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Como funciona a mottu?

Como funciona a Mottu?

Agora que já nos apresentamos, bora entender um pouco mais o que a Mottu pode fazer por você? 

Certamente, o aluguel de motos ainda gera certa dúvida, principalmente nos motocas, mas estamos aqui para te ajudar a entender se vale a pena e como funciona. Confira abaixo os principais benefícios e etapas para ter uma Mottu.

1. O que preciso?

Diferente de outras locadoras de veículos, a Mottu não consulta o Serasa. Isso significa que você, futuro entregador, pode ser aprovado e alugar uma Mottu, mesmo se tiver nome sujo. Afinal: o importante é você conseguir trabalhar e ter uma renda.

Além disso, o motoboy precisa ter categoria A e menos de 20 pontos em sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH). E é possível alugar com habilitação provisória.

Por fim, precisa morar na região metropolitana de São Paulo, a até 40 km da base da Mottu.

2. Pagamento

Com planos que vão de uma semana a dois anos, a Mottu não exige que o entregador parceiro tenha cartão de crédito ou fiador. Sendo assim, o aluguel pode ser feito via boleto, cartão de crédito, débito e Picpay

O pagamento deve ser semanal e, em caso de utilização de cartão (Visa, Mastercard, Elo, Hiper ou Amex), ele pode estar no nome de outra pessoa.

Por fim, é necessário o pagamento de uma caução, uma garantia de proteção para alguns casos específicos, como multa e manutenção corretiva após devolução da moto. Ela pode ser paga no valor de R$ 500 à vista ou R$ 700 parcelado em quatro semanas, mas somente pode ser parcelado para clientes acima de 24 anos. Esse valor é estornado após 90 dias da entrega da Mottu caso tenha ocorrido tudo dentro dos conformes.

3. retirada da mottu

A retirada da nossa querida Honda POP110i verdinha deve ser feita após a aprovação do cadastro e com a primeira parcela do plano escolhido e caução pagos via aplicativo da Mottu. 

Assim que notificado por SMS, Whatsapp, e-mail ou no próprio app que o pagamento foi compensado, o motoboy deve agendar a retirada e ir até a nossa garagem no dia e horário marcado no endereço que consta no aplicativo. Ele deve estar com sua CNH e capacete em mãos.

Os dias e horários disponíveis são:

  • Segunda a sexta-feira – 9h às 18h
  • Sábados – 9h às 13h.

Um de nossos objetivos também é ajudar o entregador a estar seguro e protegido, por isso, todos os planos incluem seguro e manutenção preventiva por conta da Mottu, moto reserva para emergências e assistência para outros imprevistos 24 horas por dia, todos os dias.

A moto não vem com bag ou capacete, mas os itens são vendidos a preço de custo no mesmo local da retirada.

4. Missão

Nossa equipe nunca para de pensar em modos de melhorar a qualidade do setor de entregas para os entregadores. Como já comentado, somos uma única família e a relação com os motocas vai muito além de cliente-empresa. Somos parceiros, dois lados de uma mesma moeda, uma extensão da família que eles conhecem.

Tudo que é positivo ou negativo para os entregadores nos afeta na mesma medida e, portanto, não deixaremos de oferecer o maior número de facilidades para eles. Todos eles merecem uma chance justa para crescer, melhorar, empreender e ter a renda merecida por este setor que ajuda a economia brasileira girar.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Mottu

Muito prazer, mottu.

Muito prazer, Mottu.

Mottu

O ano de 2020 não foi dos mais fáceis. As preocupações – seja com saúde, trabalho ou economia – só aumentaram, principalmente para a classe empreendedora, como os motocas. Assim, em meio aos desafios impostos pela pandemia da Covid-19, nasceu a Mottu.

Como startup de aluguel de motos, ver a real importância dos empreendedores foi contagiante. Nosso desafio começou aí. 

O delivery se tornou a chave para evitar aglomerações e manter a economia brasileira girando e, então, os motocas se transformaram na solução para toda a população isolada. Eles se tornaram os grandes heróis do comércio nacional. Percebendo isso, nós da Mottu pensamos: 

Por que não ajudá-los nessa missão?

FACILIDADES

Com o entendimento de que o cotidiano deste empreendedor é muito dinâmico, o primeiro passo foi entender a principal necessidade da classe: descomplicarSeja no cadastro, na retirada, no dia a dia ou até no aprendizado para ganhar mais dinheiro.

Muitos dos entregadores querem agilidade aliada à inovação e, portanto, nossos processos são simples e objetivos. Aqui o motoca é muito mais que um cliente, nossa ideia é facilitar tudo o que for possível – e às vezes o impossível – para que a moto seja alugada rapidamente e o trabalho se inicie na mesma velocidade.

O primeiro passo é baixar o app, se cadastrar e aguardar aprovação. O prazo máximo de análise do cadastro é de dois dias úteis, com avisos sobre a situação pelo app da Mottu, SMS, e-mail ou WhatsApp.

Depois, basta escolher o plano ideal e fazer o pagamento. Ao todo, o motoca dispõe de cinco tipo de planos com diferentes tempos e valores:

  • Uma semana
  • Um mês
  • Seis meses
  • Um ano
  • Dois anos, o Minha Mottu

No plano mais longo, ao final dele, a moto alugada – Honda POP 110i – fica para o motoboy

Após o pagamento basta agendar a retirada, vir buscar a moto e já está tudo certo para começar a trabalhar! 

BENEFÍCIOs Mottu

Não nos limitamos a agilidade no cadastro, temos muitos outros benefícios para que nosso cliente não tenha dores de cabeça ou gastos extras.

Nós facilitamos a entrada dos motocas em apps consolidados no setor de entregas com o nosso cadastro acelerado. Assim, as chances de começar a trabalhar de forma rápida para aplicativos de entrega, como Rappi, Delivery Center e Bora Bora aumentam.

Além disso, todos os planos incluem:

  • Suporte e resgate 24h
  • Moto reserva
  • IPVA e licenciamento
  • Seguro e manutenção corretiva

Mas, por quê?

Até aqui já deve ter ficado claro o quanto queremos ajudar os motoboys de São Paulo. Todos na Mottu entendem a importância deles e nossa missão é fortalecê-los ainda mais em todos os sentidos. Mais que uma startup que visa também crescer no mercado, somos iguais a essa classe de empreendedores: inquietos e com o desejo de mudar o mundo, uma entrega por vez. 

Com certeza vamos transformar este setor e influenciar outros, sempre agindo juntos, como a família que somos. Nosso olhar para os entregadores vai além do que outras empresas e que a própria sociedade têm deles. O seu desenvolvimento é o nosso, a sua conquista é a nossa e vice-versa

Unidos em prol de um mercado de trabalho mais justo, facilitado e com mais oportunidades para todos. 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp